quinta-feira, 23 de julho de 2015

Conferência da Juventude acontece no dia 11 de agosto

Conselho Municipal da Juventude e políticas públicas em Guarapuava estão na pauta de reivindicações que será discutida


O índice de mortalidade de jovens brasileiros está em 3,32 para cada mil, um dos maiores do mundo. Segundo dados do Índice de Homicídios na Adolescência (IHA) mais de 42 mil jovens brasileiros entre 12 e 18 anos não chegarão aos 19 se os dados forem mantidos somente em 2015. O caso também atinge Guarapuava que somente nesse ano registrou 15 mortes oriundos de homicídios em alguns bairros. Essa será uma das discussões da 3ª Conferencia Municipal da Juventude que acontece no dia 11 de agosto e que formulará políticas públicas para exigir ações do município.

Segundo uma das organizadoras, Maiara Sidor, a 3ª Conferência Municipal ainda vai analisar os direitos instituídos no Estatuto da Juventude. “Vamos encaminhar para todas as entidades que trabalham com a juventude e a toda a população pois serão elaboradas diversas propostas para a nossa cidade com base no Estatuto aprovado em 2013, os direitos que devem ser colocados na prática”, argumentou.

O conselho municipal da Juventude também está na pauta de reivindicações dos participantes. “Existem vários outros conselhos e mais próprio para a juventude ainda não existe e para uma população como a de Guarapuava, com o crescimento que vem tendo isso é um espaço muito importante para discutir tudo isso”, destacou.

Durante a Conferência serão elaboradas propostas de políticas públicas em Guarapuava e serão eleitos delegados para os encontros estadual e nacional. O tema será “As várias formas de mudar o Brasil”.


Fonte: http://www.centralcultura.com.br/default.asp?id=38456
Reações
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário