quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Conheça oito formas de aproveitar as notas obtidas no Enem

Desde de sua reformulação, em 2009, o exame passou a servir de caminho de acesso para diferentes benefícios educacionais. Confira quais são: (na matéria aparecem sete formas).

Prouni
O que é: Criado em 2004 pelo Ministério de Educação (MEC), o Programa Universidade para Todos (Prouni) dá bolsas integrais e parciais em instituições privadas de ensino superior.
O que é preciso: A nota deve ser maior do que 450 pontos nas questões objetivas e diferente de zero na redação. Para integrar a faixa de bolsistas, é preciso ter cursado o ensino médio em rede pública ou ser bolsista integral em instituição privada, além de comprovar baixa renda. O estudante não pode ter diploma de curso superior.

Ciência sem Fronteiras
O que é: O programa oferece bolsas de financiamento para intercâmbio e é uma das referências nacionais em capacitação profissional. A iniciativa é o resultado da parceria entre os ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e da Educação (MEC).
O que é preciso: O estudante deve obter nota igual ou superior a 600 pontos no Enem e estar matriculado em curso superior correspondente às áreas e temas contemplados pelo programa, além de ter cursado no mínimo 20% e no máximo 90% da grade curricular de seu curso. Também é necessário comprovar fluência na língua do país para o qual pretende ir.

Pronatec
O que é: O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico de Emprego (Pronatec), criado em 2011, garante bolsas de estudo em instituições privadas que oferecem formação técnica e profissional.
O que é preciso: Quem fez o Enem pode se inscrever no Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) e escolher instituições cadastradas no programa. É necessário ter obtido nota superior a zero na redação.

Fies
O que é: O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) concede empréstimos a estudantes que realizaram o Enem a partir de 2010, matriculados em curso superior presencial em instituições de ensino não gratuitas inscritas no programa e com avaliação positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes).
O que é preciso: O estudante precisa ter obtido nota mínima de 450 pontos na média das provas e nota na redação diferente de zero. Ele também pode solicitar o financiamento em qualquer período de sua faculdade. Se o bolsista parcial do Prouni não conseguir pagar os 50% restantes, pode solicitar financiamento pelo Fies.

Sisu
O que é: Criado em 2010, o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) oferece vagas para os estudantes que fizeram o Enem em instituições públicas de ensino superior. O processo acontece duas vezes por ano, geralmente no início do semestre letivo. A inscrição é gratuita, em uma única etapa e realizada via internet.
O que é preciso: O candidato precisa ter nota acima de zero na redação. Algumas instituições variam os critérios e exigem notas mínimas também nas provas objetivas.
Informações: http://sisu.mec.gov.br/

Rumo a Portugal
O que é: Três universidades portuguesas usam o exame para avaliar brasileiros e ofertar vagas: Coimbra, Beira Interior e Algarve.
O que é preciso: Quem fez o Enem a partir de 2011 e tem certificado de conclusão do Ensino Médio pode se inscrever. Cada universidade adota seus critérios e prazos de inscrições.
         Informações: Universidade Beira Interior http://www.brasil.ubi.pt/ 
Universidade de Coimbra http://www.uc.pt/ e
Universidade Algarve http://www.ualg.pt/pt

Vagas remanescentes e complementares
O que é: Algumas instituições de ensino abrem vagas não preenchidas do vestibular a partir da nota obtida no Enem e também aproveitam o exame como complemento de nota. A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) é um dos exemplos e faz aproveitamento do resultado obtido em suas provas objetivas, sem obrigatoriedade.
O que é preciso: Cada instituição tem seu processo seletivo, geralmente pautado a partir da condição de o estudante não ter tirado zero na redação.
Informações: http://portal.uepg.br/

Fonte: http://www.gazetadopovo.com.br/educacao/enem/conheca-oito-formas-de-aproveitar-as-notas-obtidas-no-enem-apiww6od3rzu79rzdwsdgofdi
Reações
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário